18 fevereiro, 2018

NUSA LEMBONGAN | NUSA CENINGAN | BALI | INDONÉSIA

A Nusa Lembongan e ótima para...

✔️Contemplar a vista do mar lindo e azul, azul!

✔️Para escolher uma Pousada sem luxo, mas com piscina, pé na Areia na Jungut Batu Beach, relaxar e alugar uma motoca para circular pela Ilha.

✔️Relaxar na Areia da Praia, na frente da Pousada pé na areia, que você escolheu.

✔️Para ir todos dias no Café/Restaurante Ginger & Jamu, na Jungut Batu Beach e comer suas maravilhas. 

✔️Para ver o lindo Pôr do Sol na Jungut Batu Beach. 

✔️Não serve para quem deseja é gosta de tomar banho de mar... tem poucas praias e em sua maioria são praias com muitas pedras, em penhasco, por isso difícil e ruim para tomar banho de Mar. 


A Melhor Praia para se hospedar ...

Jungut Batu Beach, em Nusa Lembongan, sem sombra nenhuma de dúvidas!

A Linda Beach Resort é simples, mas tem piscina e localização ótimas. Custa por volta de R$90,00 a diária na baixa temporada. 

Mas tem outras opções mais caras e talvez melhores vizinhas. 


O Melhor lugar para Comer... 

Ginger & Jamu, pé na areia, tudo é delicioso, fresco e muito bem feito! 

É o melhor café/restaurante para comer! Muito melhor que as pousadas e outros restaurantes! Amamos! 

Está na Jungut Batu Beach, em Nusa Lembongan.


Preços das coisas em Nusa Lembongan...

•Rp 250k / R$ - Barco para Sanur/ Bali


•Rp 60/ Aluguel de Scooter / Motoca na Vila - os hotéis e pousadas cobram mais. 


•Rp 55 K/R$13,00 - "Smoothie Bowl" de Pitaya, Banana. No Ginger & Jamu, na Jungut Batu Beach. Maravilhoso! 


•Rp 56K/ R$ - Falafel Wrap no fantástico Ginger & Jamu.


•Rp 380k/R$90,00 - Linda Beach Resort - Pousada simples, mas com boa piscina e ótima localização, pé na areia. 


•Rp 50k/ R$12,00 para ir de Lancha de Nusa Lembongan para Nusa Penida - por trecho, por pessoa. *Comprando direto no Porto, na Yellow Bridge, de última hora, que é mais barato do que comprar com antecedência. 


Sobre Nusa Ceningan...

 A Ilha de Ceningan é super tranquila, pouquíssimos turistas, visual lindo e para quem busca sossego, um cantinho tranquilo para descansar é o Paraíso! Mas é importante saber que tem poucas praias e em sua maioria são praias com muitas pedras, por isso difícil para tomar banho de Mar. E também tem muito menos opções de lugares para comer e beber comparado com Nusa Lembongan (especificamente ali na Jungut Batu Beach). Apesar de serem diferentes Ilhas, é tão pertinho de Nusa Lembongan que é até possível avistar daqui a Praia de Mushroom e a Dream.

Conclusão: Preferimos nos hospedar na Jungut Batu Beach, em Nusa Lembongan! 

Para dormir ali:

•Pousada Secret Point Huts Ceningan...

•The Palms Ceningan Hotel

•The Ocean Villas Sunset Ceningan


*Aqui no Blog, temos outro Post sobre Nusa Lembongan, publicado em 2011... ali ainda tem algumas dicas válidas, mas muitas não existem mais... não atualizamos e não deletaremos para sempre podermos recordar! 


13 fevereiro, 2018

SINGAPURA | CINGAPURA

Singapura é moderna, vibrante, caro para dormir e deliciosa, ficamos aqui 5 dias/4 noites as 2 vezes que visitamos a Cidade/País, na 1ª vez fomos embora com vontade de ficar e com a certeza que voltaríamos! 

Na 2ª vez nem tanto... sem o entusiasmo que tivemos na 1ª vez na cidade. Os chineses mais simples do China Town uma simpatia infinita, mas os jovens "executivos", "empreendedores" e tudo mais que sonham ser mas não são nada disso... são super anti-páticos, monossílabos, parecem "Robôs" e chegam até serem rudes com tanta objetividade na comunicação, sem fazerem questão nenhuma de agradar o turista, vivem em intensa pressão para atingirem o tão desejado "Sucesso" profissional mas nota-se que a "Felicidade" das pessoas não é tão real assim, muito pelo contrário! Claro, que a organização e estrutura do País continua surpreendente, encanta e tem o seu valor! E sempre vale dar uma passada por aqui no meio de uma viagem pela Ásia! 

Mas a "ilusão" que tivemos em nossa 1ª visita! 


Chineses, Indianos e Malaios formam Singapura, e aparentemente vivem em harmonia perfeita entre eles e as muitas diferenças culturais, claro que isso é formatado por regras bastante rígidas, mas que funcionaram muito bem aqui.

É o país mais ocidentalizado da Ásia na comida, no comportamento e na modernização, mesmo sendo 70% da população de descendência chinesa.

Apesar de muitos dizerem que o idioma oficial é o inglês, não é... o idioms oficial ali é o "Singlish" inglês com chinês, mas o que vimos mesmo é a maioria se comunicando em

Chinês mesmo! 


Singapura provavelmente seja a cidade/país mais caro do Sudeste Asiático, mas damos aqui as nossas dicas para visita-la sem sair do orçamento, em uma viagem “budget” e ainda incluindo alguns "mimos".


Essencial 

- Assistir o show de luzes no skyline do Marina Bay 

Quando: Todas as noites ás 20h00, 21h30 e 23h00, com duração de 15 minutos.

Onde:  a Melhor vista é atrás do teatro esplanade ou logo ao lado no Makansutra Gluttons Bay Food Court. 

Dica: Se assistir no Esplanada, depois vá ao Marina Bay, é uma caminhada gostosa de 20 minutos, é só perguntar que qualquer um te informará o caminho.


MARINA BAY SANDYS 

É um super complexo com hotel, shopping, restaurantes e um casino. Mas a sua grande atração está no Sands SkyPark, a cobertura do Marina Bay Sandys, no 57º andar, onde estão o badalado CE LA VI, restaurante, bar e lounge e o SkyPark, o observatório do skyline de Singapura e a inacreditável piscina do hotel (acesso permitido somente para hóspedes)

Como chegar: Só se chega ali a pé ou de táxi.

•A pé - Desça na estação de metrô City Hall e caminhe por volta de 30 minutos, chegando no Marina Bay Sandys,  passe dentro do shopping e siga as placas para o casino, hotel e SkyPark.

De metrô + táxi - Desça na estação de metrô City Hall, pegue um táxi e peça para ele te deixar na torre 3 do Marina Bay Sandys, o taxi custará por volta  SGD5,20/ U$4.

Dicas

- Na torre 3 tem o observatório no SkyPark, funciona até ás 23h00 e custa SGD20/ U$16 para subir. 

- Na torre 3 também é o acesso para o CE LA VI restaurante bar e club lounge, que fica exatamente no mesmo espaço que o SkyPark. Vá até as recepcionistas do CE LA VI que ficam em um balcão no térreo logo na entrada da torre 3.

Cobram U$20 que pode ser consumido. 

- Se puder se hospede 1 noite e viva a experiência de 1 dia e de 1 noite. 

Custa por volta U$400 se reservar com antecedência. 


•Singapore Botanic Gardens a entrada é gratuita e é aberto todos os dias das 5h00 ás 24h00.

O National Orchid Garden, o orquidário é dentro do Botanic Gardens, é preciso caminhar por 40 minutos dentro do parque para chegar até ao orquidário. É aberto todos os dias das 8h30 ás 19h00 (o último ticket é vendido ás 18h00) e a entrada custa SGD5/ U$4.

Como chegar: Desça na estação de metrô Botanic Gardens na linha Circle (laranja).

DICA: O mais interessante do parque é o orquidário, o melhor é ir direto pra lá. Para isso pegue um táxi na frente da estação de metrô, custa SGD3,50/ U$3 e você chegará descansado para passear pelo orquidário. Na volta se sobrar fôlego volte caminhando por dentro do parque, mas senão repita o táxi!

www.sbg.org.sg


BAIRROS

Little India & Arab Street

Um roteiro para fazer os dois bairros juntos...

O Little India é um bairro cheio de templos, lojas, restaurantes e lógico quase só Indianos, na maioria Tamil.

Comece pelo Tekka Centre no Little India, um mercado com tudo da India, comidas, roupas... logo em seguida observe o Little India Arcade, desvie para a rua Kerbaur, de uma voltinha por lá e depois volte seguindo pela rua Serangoon e você logo encontrará o Sri Veeramakaliamman, um dos mais antigos templo Hindu de Singapura, construído pelos Tamils.

Continuando pela rua Serrangin, vire na rua Syed Alwi você encontrará o Mustafa Centre, shopping de eletrônicos e tudo mais que imaginar, até nuddles com sabor de Masala. Pode até não ser, mas tudo ali parece falso! Mas de qualquer maneira é um ótimo lugar para descansar com ar condicionado, naquele calor que é de matar!


Arab Street & Kampong Glam, é uma área Malaio/Islâmico desde 1880...

Seguindo a partir do Mustafa Centre, para Arab Street, pegue a rua Kampong Kapor até a rua Upper Weld vire a esquerda nela, siga por 2 quarteirões e depois do canal você estará na Arab Street, é super perto e uma caminhada gostosa. Logo no começo da Arab Street está o Victoria Market, aproveite para conhece-lo... Siga em frente e chegará na Sultan Mosque, vire a esquerda na rua North Brigde e na 1 rua vire a direita e entre na Kandahar Street e se quiser descansar pare no nº20 no Maison Ikkoku, ou em qualquer outro dos muitos charmosos restaurantes e cafés que tem por ali. Se ainda tiver folego volte para North Bridge Road e pegue um ônibus e siga para o Raffles Hotel são só 2 pontos e é só perguntar ao motorista antes de entrar no ônibus se ele vai pra lá.


Chinatown

Em Singapura até o que parece impossível é possível, o Chinatown é super organizado e muito limpo, isso é quase um milagre de acontecer, mas acredite aqui acontece!

Comece caminhando pela Pagoda Street, uma rua só para pedestres, cheia de barracas que vai de comida a roupa, ao longo da rua tem muitas opcões de restaurantes legais e baratos. Tem também o Chinatown Heritage Centre, um museu que conta a história da chegada dos Chineses a Singapura. Visite o Buddha Tooth Relic Temple, grandioso e muito bem cuidado. Ande á toa, a região é gostosa. 


ONDE A NOITE ACONTECE...


Clarke Quay, está às margens do Singapore River, é uma área com restaurantes e barzinhos bacanas. Se você quer um lugar mais agitado e informal o seu lugar é aqui! 


Chijmes, restaurantes e bares funcionam em uma área aberta, arborizada e cheia de charme... Tudo isso em torno de uma igreja, no pátio e no prédio onde eram um convento e orfanato. A igreja está fechada há quase 30 anos e desde 1983 a área foi transformada em restaurantes e bares.

*CHIJMES é abreviação de Convent of the Holy Infant Jesus. 

www.chijmes.com.sg

Dica: 

- Pizzeria Giardino tem ótima cozinha iltaliana, tanto a pizza como as pastas são deliciosas. De entrada experimente o Calamari Fritti (lula frita), uma das melhores que já comemos!

-Ou se quiser só relaxar ou tomar uma cerveja, tem uma aérea Free, com Pufs e redes com vista linda para capela. 


COMENDO MUITO BEM E BARATO, COMIDA LOCAL...


No Chinatown

- Maxwell Food Center, um lugar com vários stands só de comida, é limpo e ali você terá comidas feitas na hora pra você, de várias diferentes regiões da China por preços inacreditáveis. 

Aqui vão algumas sugestões: no stand nº42 tem um delicioso Wanton Soup um sopa com dumplins (SGD5/ U$4), no nº46 tem um arroz cozido na flor de lotus (SGD3,20/ U$2,50), no nº49 tem Dried Mee Sua Noodles (SGD2/ U$1,60) e no nº53 um omelete de ostra (SGD5/ U$4) e um bolo de cenoura parece com omelete e parecia ser muito bom!

Onde fica: É em frente ao Buddha Tooth Relic Temple.


Makansutra Gluttons Bay Food Court, no Marina Bay


Ou em outros muitos Food Courts que tem por Singapura.


DORMIR


Opção econômica ...

•Tribe Theory Venture Singapore 

Fica em uma casa dos anos 50 toda restaurada e decorada com muito bom gosto.

A localização é ótima, quase esquina com a descolada Club Street, ao lado do Chinatown, a região é deliciosa e está apenas a 2 quarteirões do metrô. A região é super cool, foi toda revitalizada, é cheio de restaurantes legais e bares bonitinhos em casas antigas restauradas.

Endereço: 39 Ann Siang Road, esquina com Club Street, no Chinatown.


Opção valor médio....

•The Scarlet the Scarlet Hotel

No China Town, muito bom! Custa por volta de U$100 a diária. 

Dica: Eles tem muitos Quartos sem Janela com um vidro no teto, que não é possível ser fechado, o que deixa o Quarto constante claro. Nós que não gostamos de jeito nenhum de dormir com claridade, pedimos para mudar para um Quarto sem vidro no teto.


Se hospedando no melhor...

•Marina Bay Sands Hotel, dormimos 1 noite e foi maravilhoso! 

Os Quartos não são ótimos, mas o Spa (incluso sauna e ofurô) é show! 

Academia com máquinas excelentes Tecnogym, aberta 24 horas. 


Super Dicas quando se hospedar no Marina Bay Sands Hotel...

•Custa por volta U$400 a diária, reservando com antecedência.

•No dia do Check in, a partir das 6h00 da manhã, liberam o acesso para você usar a piscina até que seu quarto fique pronto por volta das 15h00.


Sweet Spot, é uma cafeteria ótima, no térreo, e tem delicioso sanduíche de Pastrami e de Salmão defumado (custa por volta de U$12)


•Tem também um "Food Court" fora do Hotel mas dentro do Complexo Marina Bay Sands. E como em todos, preços ótimos! 


•No Restaurante Rise, dentro do Hotel, na torre 1, tem um Buffet de Almoço excelente por U$50 por pessoa.


SHOPPINGS 

Por todos os lados da cidade tem shoppings e mais shoppings.

Na Orchard Road é onde se concentram as grandes marcas.

•Ngee Ann City Mall, é um dos melhores e dentro dele tem a Loja de Departamento Japonesa Takashimaya, que tem um andar só de comida. 


•Já na Bugis Street está o fast fashion de Singapura, com ótimos preços, é muvucado, tem de tudo, roupas bacanas e outras terríveis, mas se tiver paciência e um bom olho clínico é possível fazer bons negócios ali! Como ir: Descer na estação metrô Bugis, na linha East West (linha verde).

Transporte

Metrô: É o mais fácil, cobre toda a cidade. Sempre estará incluso no bilhete SGD1/ U$0,80 de depósito e depois que usar o bilhete é só voltar na máquina e pedir a devolução, super fácil! www.smrt.com.sg

Ônibus: É fácil de usar, são ótimos, novos e todos com A/C, dá para apreciar muito mais a cidade, é muito mais gostoso e se anda muito menos a toa nos túneis. O único problema é que precisa estudar as rotas um pouco mais do que no metrô (em todos os pontos de ônibus tem um painel com as rotas e o número do ônibus que passa naquele ponto).

Day Pass: Tem um day pass que custa SGD8/ U$6,50 e podem ser comprados no site ou somente nas seguintes estações: Changi Airport, Orchard, Chinatown, City Hall, Raffles Place, Ang Mo Kio, HarbourFront, Bugis. www.thesingaporetouristpass.com

*O bilhetes avulsos custam em média SGD1,20/ U$1, nós compramos só bilhetes avulsos e nenhum dia gastamos mais que SGD7/ U$5,50 por dia, mas depende de quanto você andar. Analise!

UBER & GRAB & TAXIS - Usamos muito, é razoavelmente barato.
Dica: Usamos muito o Grab compartilhado (a versão Uber asiática) mas percebemos que o valor os táxis eram similares. 


Tourism Information - Singapore Visitors Centre

São super eficientes, informam tudo, tudo mesmo! E ainda se começar chover de repente te oferecem até capa de chuva descartável gratuita, esse país é incrível mesmo!

Não deixe de passar em um deles e além das informações aproveite para pegar um mapa.

Estão nos seguintes locais: Changi Airport, Bugis, Ion Orchard e na Orchard Road.

www.yoursingapore.com


Quando ir

Abril, Maio e Junho, são os meses de seca e são os mais quentes do ano.

Novembro e Dezembro são os meses de chuva, mas são chuvas esporádicas. São os meses menos quente, mas continua um calor ameno. 

•Na 1ª vez em 2011 fomos em Novembro e chovia muito rapidamente, nada que atrapalhou. 

•Na 2ª vez em 2018 fomos na 1ª semana de Fevereiro e foi excelente, não choveu e não era super quente. 


Visto e documentos necessários

- Comprovante da vacina contra febre amarela tomada pelo menos dez dias antes da chegada a Singapura.

- Brasileiros recebem visto gratuito de 90 dias na chegada. Não precisa pegar visto com antecedência.


Saindo do aeroporto para o centro de Singapura

- Táxi custa por volta de SGD30/ U$24.

- Shuttle bus custa SGD9/ U$7 por pessoa. A van é super confortável, com A/C e o motorista te deixa na porta do hotel ou em outro lugar que queira ficar. É facil de encontrar onde pega, se precisar pergunte no Tourism Information do aeroporto.

- Trem + metrô custa SGD3/ U$2,50.


Indo de Singapura para Malásia 

Ônibus para a fronteira

- Há ônibus para Johor Bahru (a primeira cidade da Malásia depois da fronteira de Singapora), eles partem do terminal Johor Bahru Bus Depot na Arab Street com Queem Street, a passagem custa SGD2,50/ U$2, é 1 hora de viagem e tem ônibus a cada uma hora.


Para Kuala Lumpur

- Ônibus: Saem ônibus da Golden Mile Complex que fica na Beach Road. A estação de metrô mais próxima é a Lavender Station, na linha East West (linha verde). São 5 horas de viagem, custa por volta de SGD50/ U$40 e tem saídas com frequência.

- Trem: A estação de trem de Singapura fica na estação de metrô Lavender,  na linha East West (linha verde), de onde partem os trens para Kuala Lumpur.


Seguindo caminho...

Fomos para Jakarta, com a Tiger Airways, a passagem custou U$73 por pessoa com as taxas inclusas.

Cias low cost que partem de Singapura: Air Asia, Jetstar, Tiger Airways e Lion Air.


Mais uma dica 

No aeroporto Budget tem Wi-Fi gratuito é só passar no balcão de informações e pegar a senha.


24 janeiro, 2018

MANDALAY | MYANMAR

HOTEL

• KAUNG MYINT Hotel -Dormimos nele, adoramos! Muito bem localizado, barato, básico mas muito confortável, cama e banho deliciosos, muito limpo, funcionários muito atenciosos e providenciaram, chamando o táxi, para todos os passeio que nós queríamos fazer por um valor real e honesto! É dos hotéis de nova onda de hotéis novos de Chineses, aqui em

Myanmar, Tailândia... Custou apenas R$70,00 a diária! Perfeito para nós! Adoramos !

DICA: Peça por um Quarto na parte nova do hotel! 


PASSEIOS


Passeio de 1 dia inteiro... Fomos em todos esses lugares no mesmo dia, é possível ir em 6 lugares. Pagamos 55.000 KS / R$130,00 reais, o hotel chamou o taxista que nos levou passeio para nós. 

•O valor e lugares que queríamos ir foi pré combinado.

•O Hotel tem uma página plastificada com todos os passeios. Levamos esse "Menu" de passeios com a gente e ajudou muito, pois havia as fotos e nomes dos lugares... devolvemos só no Check out. 


1.Assistir o ritual de preparação do Café da Manhã no Mosteiro MAHAGANDHAYON. Experiência bonita e interessante! É um mosteiro real onde vivem mais de 1.000 monges. Nada de espetáculo para mostrar para turista ! É tudo real! Acontece diariamente entre 9h40 - 10h30


2.MINGUN REGION - onde está a Pagoda MYA TEIN TAN (Templo Branco) e outros lugares na redondeza. Tem que pagar 5.000 KS / R$10,00 por pessoa, para entrar na Vila. 


3.SAGAING - Tem 2 Templos, o U MIN THONZE e o SOON U PONYA SHIN PAGODA.

Foi o lugar que mais gostamos junto com a Pagoda Branca (a de cima)


4.INNWA (AVA)

Achamos muito turístico, tudo cobram ... tem que pagar 1.400 KS para o barquinho te levar para o outro lado + 10.000 KS para a charrete que te transporta lá na Vila para as Pagodas... + 10.000KS por pessoa para entrar em um complexo de Pagodas. 

Sentimos muita  exploração ao turista!!! 


5.WEIRAWSANA Pagoda / Pagoda feita de Jade. 


6.Pôr do Sol na U BEIN BRIDGE, na cidade de AMARAPURA. O Rio que tem embaixo é sujo e o entorno é muito feio !!!

Bom só para fazer foto!


Outro dia de passeio dentro de Mandalay... 

Adoramos esse dia de passeio! 

Fomos :

•Sandamuni Pagoda - muito linda!!!


•Kuthodaw Pagoda - não fomos mas parece linda também. 


•Jade Market - adoramos! Vá até o fundo dele. Observe os chineses comprando logo nas , nas tendas, na entrada do

mercado, as pulseiras de argola que os Birmanês levam para vender para eles. 

Observe também as mulheres que fazem A mulher fazendo essa “trouxinha” vermelha que eles mastigam e cospem vermelho o dia todo aqui em Myanmar, na India, no Sri Lanka... que proporciona um “relax” e dá uma “Acalmada” neles... enrolado na folha de “Betel” é passado cal em pó misturado com limão, tabaco e castanhas vermelhas de “Areca”!!! É o que fazem eles sorriem o tempo todo!!!

Melhor ir antes das 11h00as 12h00 


•Mahamuni Templo/Pagoda


•Rua onde tem várias "Oficinas" de Esculturas de Budas em Pedras brutas de Mármore Birmanês !!! Trabalho lindo e completamente artesanal aqui em uma rua que só fazem isso, bem ao lado do Templo Mahamuni Buddha ! 

Ficamos tão encantados que até acabamos fazendo a loucura de comprar um Buddha de 17 quilos por U$30 !! Colocamos ele na mala e como estamos indo para Maldivas com conexão de 1 noite em

Bangkok... deixamos o Buda de Mármore guardado (quase 2 meses) em nosso querido New Siam Guest House até retornarmos de toda a viagem pela Ásia, quando dormiríamos novamente ali antes de retornar passa o Brasil. 


Quantos dias ficar em

Mandalay...

Nós ficamos 3 noites / 2 dias inteiros. Para nós foi o ideal e suficiente!


A nossa impressão...

É a 2 maior cidade de Myanmar.

Uma cidade que está crescendo rapidamente, com muitos chineses iniciando negócios, hotéis, restaurantes, construções... 

Gostamos muito mais de Mandalay do que Yangon. É muito mais organizado, um pouco mais fácil, para nós turistas, mais vibrante e muito mais atrativos. Lemos que Mandalay tem herança cultural muito presente e realmente percebemos que há mesmo.


De onde viemos e para onde vamos depois...


•Viemos de BAGAN de ônibus, que eles chamam de Big Bus, mas de Big não tem nada e parece que só tem uma única empresa que faz e é a melhor opção terrestre. A passagem custou 9.000 KS / R$22,00 reais e são 4 horas de viagem. 


*Tem também a opção de ir de barco de Bagan para Mandalay, custa U$40 e são 12 horas de viagem. Conversamos com várias pessoas e tidas disseram que cansativa e não se nada de interessante.


Seguindo viagem para Maldivas, com a Air Ásia com conexão de 1 noite em Bangkok. 

Reservamos Diamont & Rust Hostel (R$70,00 reais, a diária) ao lado do Aeroporto pois nosso voo para Male (Maldivas) é de manhã. 

Preços das passagens

•Mandalay - Bangkok - U$110 com taxas

•Bangkok - Male - U$105 com taxas


21 janeiro, 2018

BAGAN | MYANMAR

O melhor daqui é alugar uma Scooter Elétrica / E-Bike e se perder entre as Pagodas e Templos!


DICAS PARA CHEGADA...

•Para sair do Aeroporto cobram a taxa de Turismo de U$20, aceitam só cash em KS ou Dólar. 

•O Táxi do Aeroporto para a Cidade Velha ou Nova custa 15.000 KS/ R$37,00, não há negociação, percebemos que existe um valor fixo e "tabelado". 

Para retornar da cidade para o aeroporto custa 7.000KS/R$17,00, pois há muitas ofertas e não há controle e poder de ninguém. 


RESTAURANTES


Na Nova Baggan 

Na rua Thiri Sandar, Hkan Latt Quarter - concentram-se a maioria dos restaurantes. 


Na Velha Bagan e em Nyaung U

Na rua Thi Ri Pyitsaya 4 Street, em Nyaung U, ao lado da "Velha Bagan" tem uma grande concentração de restaurantes, é super movimentada e onde estão as melhores opções para comer. 


Nossas escolhas na Old Bagan...

•LA TERRAZZA para comida Italiana. 

Comemos um Spaghetti Carbonara e Tagliatelle (feito na casa) Carbonara - 9.400 KS/ R$22,00 e o Tiramisú 5.400 KS / R$13,00. Não é ótimo, mas é bom! 

•WEATHER SPOON Restaurant & Bar. 

Por sinal aqui é o melhor local para se comer em Bagan! Está sempre lotado! 


PÔR DO SOL 

Escolha um templo que possa subir para contemplar o Pôr do Sol.

Nós escolhemos o "Shwegu Gyi Phaya" e um ao lado do "Myauk Guni" 


HOTEL

Em nossa opinião, tanto faz se hospedar na Nova Bagan ou na Velha Bagan, de qualquer maneira tudo é distante e você terá que alugar uma Scooter Elétrica/ E-Bike ou outro meio de transporte para se locomover e para passear pelas Pagodas e Templos... 


PARA SE LOCOMOVER 

Alugamos uma Scooter elétrica, que eles chamam de E-Bike. Alugamos 1 um pouco maior para 2 pessoas e custou 6.000 KS / R$14,00 reais por dia! Em tudo que é lugar alugam, às vezes os hotéis cobram mais caro. Foi o melhor que fizemos ! 


QUANTOS DIAS PARA VISITAR...

Para nós, 3 noites/ 2 dias inteiros foram o suficiente. Mas isso depende do interesse de cada um. 


MAIS UMA DICA...

Não deixe de experimentar bala de Tamarindo, típica de Myanmar. Encontra em qualquer "vendinha", o saquinho custa 1.200 KS/  R$2,30 reais. 


blogger-image--1829421325.jpg

      As 2 são ótimas e iguais! 

blogger-image--708878559.jpg

DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE FOMOS

•Viemos de Inle Lake, de Avião, a passagem custou U$70 com a Golden Myanmar.


•Fomos para Mandalay de ônibus, que eles chamam de Big Bus, mas de Big não tem nada e parece que só tem uma única empresa que faz e é a melhor opção terrestre. A passagem custou 9.000 KS / R$22,00 reais e são 4 horas de viagem.  Nos pegam no Hotel e também nos deixa no Hotel em Madalay. 


Compramos nossa passagem com o moço que nos alugou a Scooter, mas os hotéis também vendem. 


*Tem também a opção de ir de barco de Bagan para Mandalay, pelo Rio Irrawaddy ou Ayerwaddy,  custa U$40 e são 12 horas de viagem. Conversamos com várias pessoas e tidas disseram que cansativa e não se vê nada de interessante.


18 janeiro, 2018

INLE LAKE | MYANMAR

INLE LAKE | MYANMAR 


DICAS PARA CHEGADA...

•O Aeroporto é na cidade de Heho.

•O Táxi do Aeroporto para a cidade de Nyaungshwe custa 25.000KS/R$60,00. Não é negociação, percebemos que existe uma "máfia" controlada por um senhor. Para retornar da cidade para o aeroporto custa 15.000 KS/ R$36 pois não há controle e poder de ninguém e tem muitas ofertas, mas solicitamos em nosso Hotel. 


•É comprada a taxa de 13.500 KS/U$10 para entrar em "Parque" do Inle Lake, dos estrangeiros, somente para estrangeiros ! Quando vem de táxi do Aeroporto para Inle Lake no caminho, na estrada já tem que pagar. 

E guarde o ticket por que tem alguns check in points e se perder o ticket terá que pagar novamente. 


HOTEL

•The Hotel Emperor Inle , nos hospedamos aqui, é novo, tem apenas 1 ano, muito bom atendimento,excelente localização, bem no centro da "pequena cidade" de Nyaungshwe, e apenas 1 quadra do "Porto", ponto de partida para passear pelo Inle Lake. 

Custou R$96,00 reais a diária, mas reservamos com 2 meses de antecedência. 


•Trinity Family Inn, outra opção que gostaríamos de ter nos hospedado está por volta de 3 quadras do centro de Nyaungshwe. São chalés próximo ao Lago, então talvez seja melhor para relaxar. 


PASSEIOS

Compramos 1 passeio no Hotel e outro direto no Porto.


O Melhor daqui é passear de barco pelo Inle Lake / Lago Inle ...

Fizemos um passeio maravilhoso de barco pelo Inle Lake, com paradas em diversas Vilas para visitar:

•Fábrica de Charuto

•Fábrica de Echarpe com fio extraído da Aste da Flor de Lotus

•Shwe Indein Pagoda

•Fábrica de barco com a Madeira Teca, nativa em Myanmar.

•Incluso parada para o Pôr do Sol na volta

Saímos as 10h00 e retornamos as 17h00. 

•Custou 25.000KS para 2 em um barco só para nós, fazendo algumas paradas sempre que pedíamos 


Outro passeio de barco pelo Inle Lake até a Samkar Village...

Fizemos! É um pouco diferente e interessante já que tínhamos tempo! Chegando na Samkar tivemos um linda supresa ao avistar as centenas de Pagodas juntas! 

É longe, por volta de 6 horas de navegação no total, com somente 1 parada no Vilarejo de Samkar. 

Custou 50.000KS/ R$120,00 reais para 2 em barco privado. 


•Tem também algumas opções de trekking de alguns dias pelas montanhas da região! Tem que checar!


MERCADO LOCAL

•Mingala ou Mingulur Market.

Todos os dias acontece na cidade de Nyaungshwe, a feira local de verdura, frutas e tudo mais, onde muitos produtores das hortas e plantações flutuantes ao longo do Inle Lake, vendem os seus produtos  Acontece todos os dias das 5h00 às 14h00. 


OUTRAS DICAS

•Nós não conseguimos comer em restaurante nenhum ali. Achamos que não era seguro, pouco limpo, precário, esgotos ao céu aberto... só tomávamos uma cerveja que por sinal é muito boa... preferimos não arriscar para evitar problemas aqui. Mas nós nos adaptamos muito facilmente a isso sempre, então sempre comprávamos frutas, cup noodles (água quente é fácil encontrar) e no café da manhã sempre fazíamos um lanche no pão de forma com ovo para levar com a gente e praticamente era o nosso almoço... 


A nossa impressão... 

Uma experiência única, um dos lugares que mais nos impressionou nos últimos tempos! O Inle Lake é encantador, muito fértil, vibrante e cheio de vida! Onde os locais ainda levam suas vidas com naturalidade e seu verdadeiro estilo de viver, a sua essência, sem terem ainda alterado as suas rotinas por causa dos turistas, está tudo muito original... Ainda não está exageradamente "invadido" pelo turismo e ainda é possível viver aqui experiências verdadeiras, a cultura própria e única dos povos que vivem ao longo do "Inle Lake" ! 

Em nossa opinião, agora é a hora de vir para Myanmar... tem o conforto dos hotéis, há organização para o turismo, há turistas mas ainda não em massa... daqui uns anos infelizmente não iremos mais poder viver essa maravilha que estamos vivendo hoje! 


QUANTOS DIAS FICAR...

Nós ficamos 3 noites - 2 1/2 dias, achamos o suficiente mas gostamos tanto que talvez na próxima vez ficaremos uns 4 dias.

Depende o que deseja fazer.... 


TEMPERATURA E ÉPOCAS DO ANO

•Novembro, Dezembro, até o final de Janeiro é um pouco frio, temperatura por volta de 13ºC, então traga uma jaqueta e calça reforçada. 

•A Partir de Fevereiro começa esquentar e os meses seguintes o calor começa a intensificar. 

•Abril acontece o Water Festival.

•Maio, Junho e Outubro são +ou- a época que as plantações de arroz estão altas. 

•Outubro as flores de Lotus estão abertas. 


DE ONDE VIEMOS E PARA ONDE FOMOS...

•Viemos de avião de Yangon, a passagem custou U$95 com a Golden Myanmar 


•Fomos de Avião para Bagan, a passagem custou U$70 com a Golden Myanmar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...